Boletim dos aposentados do Brasil

Boletim dos aposentados do Brasil

 

 

 

ASIMETAL

Associação dos Siderúrgicos e Metalúrgicos Aposentados do Litoral Paulista

Fitmetal / CTB - N ° 14  19/08/20

 

 

 

 

            MAIS  UMA  ATITUDE FIRME DO NOSSO SINDICAT

A Justiça do Trabalho, mais uma vez atendeu ao posicionamento do nosso Sindicato  e cancelou as demissões na Cosipa, hoje Usiminas. Em anos  anteriores a Empresa tinha milhares de funcionários em Cubatão. Agora, com o encerramento de várias atividades na produção  o número não chega a mil empregados. Uma situação absurda. O nosso Sindicato  como os demais que atuavam na área da Usina tem muita dificuldade diante do momento que estamos passando.Que dificulta a mobilização. Mas duas questões merecem ser avaliadas. A primeira, por certo, tem a ver com a Unidade Intersindical. Isto mesmo, é da maior importância que todos os sindicatos da área atuem de forma unitária. E que contem com o apoio das organizações da Região e nacionais. E outro ponto tem a ver com o envolvimento de vários segmentos, como o empresariado, os parlamentares e os Executivos da nossa Região, envolvendo os parlamentares de todo o Estado  e do Brasil, para discutir projetos que podem ser implementados, como o sistema habitacional, ferrovias e área naval. Todos saem ganhando, com reflexos positivos nos vários municípios. Temos de usar a mão de obra disponível, o planejamento, a reativação da produção e o uso do aço sem depender de exportações para o  mercado internacional. Vamos agir, vamos buscar soluções sem ficar esperando.

 

                                            E O SINDICALISMO?

O momento para o sindicalismo não é nada fácil. Dá para fazer uma comparação com o inicio do movimento operário do Brasil. Naquela época foram superados muitos problemas,  como a repressão das ditaduras,  no Governo Vargas e na ditadura. É preciso buscar encaminhamentos que não coloquem apenas a possibilidade de sobrevivência mas de PARTICIPAÇÃO. É a representação efetiva, com uma atuação que motive a classe trabalhadora, mobilizando, sindicalizando, cobrando soluções. Não podemos aceitar as imposições patronais com o apoio do Governo Federal.

                                        E NOSSO PLANO DE SAÚDE?

Como na maioria dos processos a ação judicial movida pelo nosso Sindicato contestando o reajuste das mensalidades do Plano de Saúde ainda está em andamento, sem uma decisão final. Nosso Sindicato estava realizando assembleias mensais.que foram suspensas devido a pandemia, que impede aglomerações. Fiquemos atentos, mantendo contatos com a direção do Sindicato e com nossos companheiros. Faz bem, por certo.

 

                                       O BOLSONARISMO QUER DITAR REGRAS

O Governo sob a Presidência do Bolsonaro continua atendendo a interesses corporativos. Isto fica comprovado na imposição de um veto ao reajuste do funcionalismo público. Mas ao mesmo tempo  coloca no Orçamento um aumento das verbas para  a área militar, composta pelos efetivos do Exército, Marinha e Aeronáutica.E claro, com reajuste dos proventos dos integrantes desses equipamentos. Por que a discriminação?

 

Atenção- Leia, faça críticas, observações e sobretudo, divulgue para os demais companheiros e companheiras.

AASIMETAL  tem assistência  jurídica e  estamos à disposição para informações trabalhistas e previdenciárias. O contato é  99111 9767